Maio Amarelo

Maio Amarelo

A importância da atenção no transito.

O movimento maio amarelo, surgiu como resposta ao alto índice de acidentes com vítimas fatais e feridos no mundo todo. O objetivo do movimento é criar uma ação coordenada entre poder publico e sociedade civil voltada para a segurança viária, envolvendo os mais diversos segmentos como, por exemplo, órgãos governamentais, empresas e a sociedade em geral.

Tendo a intenção de fugir dos discursos e textos de costume e realizar ações reais para que o tema seja de fato discutido fazendo com que a população seja conscientizada dos efeitos negativos gerados pela falta de atenção e irresponsabilidade no transito.

O mês de maio foi escolhido como o mês para conscientização no trânsito devido ao fato de em 11 de maio de 2011 a ONU (Organização das Nações Unidas) ter decretado “a Década de Ação para Segurança no Transito”. E também a cor amarela foi selecionada por simbolizar atenção e a sinalização de advertência no transito. Com isso em Maio ocorrem ações ao redor de todo o globo mantendo o mesmo objetivo.

A Década de Ação para Segurança no Trânsito.

A organização das Nações Unidas editou uma resolução definindo o período entre os anos de 2011 e 2020 como a “Década de Ação para Segurança no Trânsito”, pois somente no ano de 2009 a OMS (Organização Mundial da Saúde) contabilizou mais de um milhão de acidentes fatais em 178 países e mais de 50 milhões de vitimas com sequelas. Diante deste fato, tornou-se necessário se tomar atitudes para conscientizar a população e os poderes públicos dos riscos da desatenção no transito.

A OMS calcula que, se nada for feito, quase dois milhões de pessoas perderão a vida no transito no ano de 2020 e quase 2,5 milhões em 2030. O plano da ONU é por meio de ações preventivas de conscientização poupar cerca de 5 milhões de vidas até 2020.

Previna-se, mantendo sempre a atenção no transito e as manutenções de seu veiculo em dia, busque utilizar sempre combustíveis e fluidos de qualidade em seu veiculo, para evitar falhas mecânicas. Entre nessa causa, salve vidas.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *